Caminhos de espiritualidade: cultura de paz, não-violência, mística, autoconhecimento, compaixão e cuidado pelos seres e pela terra

4 de jul de 2009

Reflexões sobre o Deserto, de Jean-Yves Leloup

Partir para o deserto
É partir
Para o mais longe
De si mesmo


...


E dali depois voltar
Para o mais perto de si mesmo



No deserto
Descobre-se
A pátria


...


E então vem a partida
Da grande miragem comum



No deserto
Duas certezas:
A sede - a poeira.
Entre estas duas
Certezas:
Uma dúvida
Um desejo:
Água!...


(Trechos extraídos de Jean-Yves Leloup, in: Deserto, Desertos - Editora Vozes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário